Jornal Visão | 1ª Companhia de Infantaria realiza Operação “Sertão Limpo III” na cidade de Canindé de São Francisco, Sergipe

1ª Companhia de Infantaria realiza Operação “Sertão Limpo III” na cidade de Canindé de São Francisco, Sergipe

Por: Redação Jornal Visão

Na manhã desta terça-feira, 25 de setembro de 2018, nossa equipe esteve entrevistando o Major Kauê Meneses Chagas da 1ª Companhia de Infantaria da cidade de Paulo Afonso, Bahia, no programa “A Vez do Povo no Rádio” nas Rádios Delmiro AM/FM.

Confira a entrevista e os registros fotográficos das atividades que foram acompanhadas no dia de hoje.

Damião Feitosa: “Major Kauê, desde ontem, segunda-feira, percebi um movimento muito grande do exército, talvez não seja apenas uma dúvida minha, mas de todos os moradores do município. Quais são as atividades que estão sendo desenvolvidas pela 1ª Companhia de Infantaria e qual o período que vocês irão permanecer no município”?   

Major Kauê Meneses: “Estamos desde domingo até a próxima sexta-feira (28), realizando a operação denominada “Sertão Limpo III”, é uma operação que consiste em uma grande preparação da 1ª Companhia de Infantaria que é a Unidade do Exército Brasileiro localizada no município de Paulo Afonso, Bahia, deslocamos um efetivo de aproximadamente 150 homens para o município de Canindé de São Francisco, e com o apoio principalmente do 4º Batalhão de Polícia Militar do Estado de Sergipe, estamos executando uma série de atividades, como exemplo, a instrução para o preparo da garantia da ordem. Estamos fazendo controles de vias urbanas, bloqueios de estradas, patrulhamentos na área urbana, simulações de buscas e apreensões, uma série de atividades operacionais que visam treinar os nossos militares e deixar prontos, aptos, e também acreditamos que estamos trazendo uma sensação de segurança para a região, devido a movimentação dos militares”.

Damião Feitosa: “Major, as atividades estão sendo desenvolvidas apenas na sede do município ou também nos povoados”?

Major Kauê Meneses: “Nós estamos sediados no ginásio do município, mas as atividades acontecem nas estradas, na SE 230 destino a Aracaju, na Rodovia que liga o município a Paulo Afonso, Bahia, e também a cidade de Piranhas, Alagoas. Não é só na área urbana, na área rural também está acontecendo, e a população pode perceber a presença dos militares dia e noite”.

Damião Feitosa: “Durante o dia de ontem, observei algumas motocicletas, principalmente, sendo paradas, é verificado a documentação? Se a motocicleta estiver ilegal, por exemplo, o que acontece, é liberado ou vocês também estão realizando esse trabalho de recolher esses veículos? Caso encontre algum tipo de drogas ilícitas é solicitado apoio do 4º BPM? como acontecem essas operações nesses casos”?

Major Kauê Meneses: “Nosso objetivo inicial não é a fiscalização de veículos, não é esse o nosso foco, temos como missão também aqui no município de Canindé de São Francisco a fiscalização de produtos controlados, armamento, munição, esse tipo de material de posse de quem quer que seja, como estamos nas estradas, estamos bloqueando, estamos revistando os veículos com a colaboração do cidadão, caso a gente se depare com situações ilícitas, situações que não estejam coniventes com as regras que temos em vigor, buscamos principalmente orientar os cidadãos em relação às motocicletas quanto a questão documental, mas caso, inclusive já aconteceu esta semana, uma situação de moto roubada, tivemos que apreender, todas as atividades ilícitas não podemos nos omitir, e também materiais ilícitos que são averiguados fazemos a observação e caso necessário chamamos o Batalhão de Polícia Militar e passamos para que os PMs tomem as devidas providências”.

Damião Feitosa: “Canindé de São Francisco faz divisa com a Bahia e Alagoas, é uma cidade bastante vulnerável, há possibilidade de vocês retornarem ao município com essas atividades ou é uma atividade única”?

Major Kauê Meneses: “Canindé e até mesmo Paulo Afonso, a cidade a qual estamos sediados, elas têm essas características, estão localizadas em uma área de divisa dos quatro estados, e sabemos a dificuldade que é fiscalizar essas áreas, e traz um certo problema para a área de fiscalização, essa operação Sertão Limpo III, realizamos a operação Sertão Limpo I no ano de 2017, a II no início deste ano, e buscamos variar, todas as regiões nos interessam, a primeira realizamos em Abaré, a segunda em Chorrochó, interior da Bahia, esta terceira em Canindé, acredito que a quarta que deverá vim em breve será em outra região, mas nada impede retornarmos a região aqui, temos principalmente a atribuição de defesa das usinas da Chesf, tanto a de Paulo Afonso como a Xingó”.

Damião Feitosa: “Major Kauê, suas considerações finais”.

Major Kauê Meneses: “A população da região que está tendo contato com nossos militares, que compreendam que a operação é para a segurança da região, e os militares estarão aptos a serem empregados em qualquer local. Para finalizar nossas operações, costumamos dizer que o Exército Brasileiro é o braço forte e a mão amiga, na sexta-feira para finalizar a operação, vamos fazer uma ação social na praça central do município, iremos levar os médicos e dentistas do Batalhão, várias brincadeiras com as crianças e traremos a nossa banda, para nos despedir e agradecer a colhida da sociedade de Canindé.

 

Confira algumas fotos da operação “Sertão Limpo III”

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Por Tiago Santos / com Informações  Damião Feitosa / Jornal do Sertão

Veja Mais


Copyright © 2016 Jornal Visão. Todos os Direitos Reservados.



Desenvolvido por:

Logo do Desenvolvedor: Paksi Soluções em Tecnologia