Pente fino: Governo cancela 43 mil auxílios-doença irregulares em 7 meses

Por: Redação Jornal Visão

O governo federal cancelou 43 mil benefícios irregulares em apenas sete meses. A conclusão que se chega é que oito em cada dez brasileiros que recebem auxílio-doença já deveriam ter voltado ao trabalho.

Segundo o ‘Bom Dia Brasil’, a revisão descobriu casos absurdos – como mulher recebendo benefício cinco anos depois do parto. E o benefício foi dado, porque a mulher alegou que não poderia trabalhar grávida com pressão alta.

A pedido do ‘Bom Dia Brasil’, o Ministério do Desenvolvimento mostrou os novos números, com a retomada das perícias este ano.

Apenas este mês mais de cem mil pessoas foram convocadas para passar por reavaliações. E até agora, com o pente fino, o governo deixou de repassar R$ 715 milhões por ano.

Cerca de 37.323 beneficiários voltaram a ser avaliados por médicos da Previdência, que concluíram que 84%, ou seja 31.508, já poderiam ter voltado ao trabalho e estavam recebendo o benefício sem necessidade.

Além dessas, outras 11.502 pessoas que foram convocadas para a revisão, mas não apareceram, também tiveram o benefício cancelado. Com isso o governo federal já deixou de pagar 43 mil benefícios em todo o país

 

Fonte: Bom Dia Brasil

Veja Mais


Copyright © 2016 Jornal Visão. Todos os Direitos Reservados.



Desenvolvido por:

Logo do Desenvolvedor: Paksi Soluções em Tecnologia