Jornal Visão | Preto no Branco e Dina Santos são as atrações do ”Celebrai 2018”.Evento acontece no Sábado dia 15 de Setembro

Preto no Branco e Dina Santos são as atrações do ”Celebrai 2018”.Evento acontece no Sábado dia 15 de Setembro

Por: Redação Jornal Visão

Comemorando seu 15ª ano, vem aí mais uma edição do Celebrai. O evento acontece no próximo Sábado 15 de Setembro, e reunirá bandas e ministérios de Louvor de Paulo Afonso, além do renomado grupo Preto No Branco e a cantora Dina Santos.

O Celebrai 2018 tem como objetivo avivar e unir católicos e evangélicos num momento de adoração. O evento acontece no centro de cultura Lindinalva Cabral.

Assim como nas edições anteriores, a Prefeitura, através da Secretaria de Cultura e Esporte, vai disponibilizar uma superestrutura com toldos, banheiros químicos e espaços para exposições e venda de materiais evangélicos, além de praça de alimentação.

A organização destaca que, além de proporcionar ao público evangélico momentos de lazer, confraternização e comunhão com Deus, o Celebrai também é uma fonte de renda extra para as pessoas que sobrevivem do comércio informal. Na semana do evento, cresce o movimento do comércio e aumenta a ocupação de hotéis e pousadas, gerando arrecadação de impostos para o município.

Preto No Branco

Preto no Branco é um projeto que reúne grandes artistas brasileiros em uma proposta musical ousada que combina muito mais que o tom negro da pele de cada um deles. O grupo, composto por Clóvis Pinho, Jean Michel e Weslei Santos, traz o talento, a criatividade e a musicalidade de cada um desses artistas, que já possuem respeitadas carreiras no segmento.

Em sua formação original, o projeto contava com a voz do cantor Juninho Black. Após a saída do cantor, o grupo ganhou um novo integrante: o baterista Jean Michel. O primeiro álbum, que leva o mesmo nome da banda, contou com a participação especial de Eli Soares, Ian Alone, Israel Salazar, Lukão Carvalho e Salomão do Reggae.

A turnê PNB contempla ritmos como black music, soul, R&B, samba, pop rock, indie rock, música romântica e, em sua concepção, permite que sua montagem e estrutura sejam adaptadas a igrejas, palcos, feiras e eventos em geral.

 

Tanto o projeto quanto a turnê contam com um diferencial: os artistas não apenas cantam, mas tocam diversos instrumentos, o que torna possível o revezamento entre eles no palco durante os shows. Além de reduzir a quantidade de músicos e acompanhantes, esse diferencial proporciona um dinamismo único à turnê e, consequentemente, aos eventos em que o grupo se apresenta.

Para Alex Passos, diretor do projeto, “o Preto no Branco representa unidade e comunhão para fazer uma arte sem culpa, sem justificativa”. “Na religião, às vezes, você precisa justificar a arte, mas a ideia aqui é estar livre, fazendo uma música verdadeira, com letras profundas e em unidade”, diz.

Com pouco mais de um ano de lançamento, o projeto conta com quase mais de 200 milhões de acessos nas redes sociais em todo o Brasil e em diversos países. Segundo a plataforma Vevo, o vídeo de “Ninguém explica Deus” foi o 9º mais assistido no país em 2016, dividindo o ranking dos 10 mais acessados com artistas como Justin Bieber, Rihanna e Adele. A música também foi a mais tocada nas rádios evangélicas brasileiras nesse ano.

Por: Tiago Santos /Com informações / Preto No Branco/ Ascom PMPA

Veja Mais


Copyright © 2016 Jornal Visão. Todos os Direitos Reservados.



Desenvolvido por:

Logo do Desenvolvedor: Paksi Soluções em Tecnologia