Jornal Visão | Reajuste do salário mínimo para R$ 1.039 fica abaixo da inflação

Reajuste do salário mínimo para R$ 1.039 fica abaixo da inflação

Por: Redação Jornal Visão

Para se igualar à variação do INPC, valor deveria ter chegado a R$ 1.043 em 2020

O reajuste do salário mínimo de 4,1%, que elevou o valor de R$ 998 para R$ 1.039, não foi suficiente para repor a inflação de 2019, informa reportagem do jornal Folha de S. Paulo. O novo mínimo entrou em vigor em 1º de janeiro, mas ficou abaixo do INPC (Índice Nacional de Preços ao Mercado) de 2019, de 4,48%, divulgado pelo IBGE nesta sexta-feira (10).

Para se igualar à variação do INPC, que calcula a inflação para famílias com rendimento de 1 a 5 salários mínimos e que é a base oficial para o reajuste do piso nacional e das aposentadorias e pensões do INSS, o salário mínimo deveria ter chegado a R$ 1.043 em 2020.

Quando foi publicada a MP (medida provisória) com o novo valor do mínimo, em 31 de dezembro, havia a previsão de que o reajuste poderia ser maior que a inflação. O problema é que os preços da carne dispararam em dezembro, pressionando a inflação.

O reajuste também foi superior ao aprovado pelo Congresso no Orçamento de 2020, que previa uma alta para R$ 1.031, com reajuste de 3,3%. O valor do piso serve para balizar os pagamentos de benefícios assistenciais, previdenciários, além do abono salarial e do seguro-desemprego.

Em 2018, a inflação de dezembro também havia sido superior à esperada pelo mercado e, assim como neste ano, em 2019 o salário mínimo acabou ficando abaixo da inflação.

Ao fim de 2019, o governo dizia que, para calcular o salário mínimo deste ano, havia concedido um reajuste levemente maior justamente para compensar a defasagem. O piso de R$ 998, que vigorou em 2019, ficou levemente abaixo do que deveria (corrigido pela inflação).

O IBGE destacou que o INPC de 2019 foi acima dos 3,43% de 2018 em 1,05 ponto percentual.

Fonte: bahia.ba

Veja Mais


Copyright © 2016 Jornal Visão. Todos os Direitos Reservados.



Desenvolvido por:

Logo do Desenvolvedor: Paksi Soluções em Tecnologia