Tiroteio em Batalha Alagoas : Vereador é morto e sobrinho de deputado baleado

Por: Redação Jornal Visão

O vereador do município de Batalha Adelmo Rodrigues de Melo, 61 anos mais conhecido como Neguinho Boiadeiro foi alvo foi alvo de uma emboscada na porta da câmara de vereadores no início da tarde desta quinta-feira (09). 
Segundo informações dois homens que estariam a pé deflagraram vários tiros contra as vítimas. O segurança de Neguinho, o policial civil Joaquim Lins Neto, 55 anos, foi baleado e encontra-se no centro cirúrgico do hospital de Emergência Dr. Daniel Houly em Arapiraca. 


Ainda de acordo com nota enviada pela assessoria de comunicação, o policial apresenta ferimentos a bala na região do tórax e ombro. 
Outra vítima do tiroteio que deu entrada no hospital foi José Oliveira da Silva, 26 anos. Ele levou um tiro de raspão no braço, foi atendido, medicado e recebeu alta hospitalar. 


Momentos após esse atentado contra o vereador Neguinho boiadeiro, homens armados invadiram a residência do agropecuarista José Emilio e efetuaram vários tiros em direção a ele, o mesmo foi atingido próximo ao peito direito, a vítima foi levado por policiais militares até o helicóptero da força tarefa e encaminhado para o HGE em Maceió. 

José Emilio Dantas, 48 anos, é sobrinho do presidente da Assembleia Legislativa Deputado Luiz Dantas, e filho do ex-prefeito de Batalha, José Rodrigues Dantas, Zé Miguel, assassinado em 1999. 

Segundo a assessoria de comunicação do HGE, José Emilio foi atingido por um tiro no ombro direito, dando entrada na área vermelha do hospital, ele foi submetido a um exame de raio-x e seu estado de saúde é considerado estável. Por isso deve receber em breve. 

José Emilio acusa o filho de Neguinho Boiadeiro pelo atentado a sua vida 
Preto Boiadeiro, filho de Neguinho e Mércia Boiadeiro, viuvado vereador, afirmaram em entrevista à imprensa na tarde de hoje que acreditam que a família Dantas são os responsáveis pela morte do parlamentar. 

Segundo eles, informações sobre veículos circulando pelas ruas de Batalha em atitude suspeitas se espalharam pelo município na noite de quarta-feira (08) os familiares disseram ainda que não confiam no trabalho da polícia e do poder judiciário. 

” Eu pedi que ele não fosse para a sessão da câmara hoje. Agente já tinha informação sobre estes carros “estranhos” que estavam circulando por aqui. Infelizmente, o pior aconteceu”, desabafou Mércia Boiadeiro. 

Em entrevista coletiva a imprensa no final da tarde o secretário adjunto da secretaria de Segurança Pública, Manoel Acácio Junior, declarou que a polícia já tem suspeitos dos crimes que deixaram um morto e dois feridos em Batalha. 
O secretário disse ainda que, diante do clima que o município vive, as forças da SSP vão ocupar a cidade por tempo indeterminado. 


O secretário disse também que cerca de 60 policiais vão ocupar o município. “As forças vão atuar para garantir a tranquilidade na cidade, bem como para prender os responsáveis”, frisou o delegado. 

Fonte: Sertão em Foco

Veja Mais


Copyright © 2016 Jornal Visão. Todos os Direitos Reservados.



Desenvolvido por:

Logo do Desenvolvedor: Paksi Soluções em Tecnologia